Sexta, 20 de Maio de 2022
21°

Poucas nuvens

Patos - PB

Polícia PARAÍBA

Polícia Civil e Energisa realizam operação contra furtos de energia elétrica em seis municípios da Paraíba

A operação combateu uma rede clandestina em transformadores que forneciam energia para mais de 20 unidades irregulares​.

13/05/2022 às 10h21
Por: Redação
Compartilhe:
Polícia Civil e Energisa realizam operação contra furtos de energia elétrica em seis municípios da Paraíba

Rede clandestina em transformadores que forneciam energia para mais de 20 unidades irregulares, desvios de energia em fazendas e lojas de diversos bairros de João Pessoa, além de irregularidades em residências e comércios de Sousa, Patos, Campina Grande, Quixaba e Caaporã. Esse foi o resultado de apenas quatro dias de ações de combate a furtos de energia elétrica, iniciadas na última terça-feira (10) e finalizadas nessa quinta-feira (12).

Ao todo, 2457 unidades vistoriados, entre residências e comércios, com identificação de mais de 100 ligações clandestinas e 255 fraudes de energia, com a recuperação de R$ 374.000,00 sendo R$ 102.000,00 em ICMS, e 432.239 de quilowatt-hora de energia. Esse montante seria suficiente para abastecer 2881 residências por um período de 1 mês.

As ações contaram com 64 equipes, formadas por técnicos da Energisa, da Polícia Civil e do Instituto de Polícia Científica (IPC) da Paraíba. Antes de programar os locais da inspeção, a empresa fez um levantamento prévio, por meio de sistemas tecnológicos com inteligência artificial. “Através de dados de consumo, a distribuidora consegue mapear clientes que tiveram oscilações incomuns na quantidade de energia consumida. Com este levantamento e cruzamento de dados, as inspeções em campo se tornam cada vez mais assertivas”, explicou o coordenador de Serviços Comerciais, Danillo Lelis.

Danillo destaca, ainda, que os furtos de energia oneram a população, prejudicam o fornecimento, a arrecadação de impostos e a receita da empresa, comprometendo os investimentos na melhoria dos serviços. “Por isso, precisamos combater o furto e a população tem um papel fundamental nisso, denunciando esses crimes”, complementa.  Outro fator de atenção é o risco à segurança da população: as ligações clandestinas ou irregulares, em sua maioria, são feitas por pessoas sem conhecimento técnico, que utilizam materiais inadequados e, muitas vezes, ocasionam em riscos de rompimento de cabos e/ou acidentes como choque elétrico.

Continua depois da publicidade

 

Denúncias

Caso suspeite desse tipo de prática, o cliente pode denunciar de forma anônima. A denúncia pode ser feita pelo Call Center 0800 083 0196 (ligação gratuita), em uma das agências de atendimento, na Gisa (opção 15), ou no site da Energisa, pelo link https://energisa.com.br/paginas/servicos-online/autoatendimento/denuncie-furto-de-energia.aspx

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias