Sexta, 20 de Maio de 2022
21°

Poucas nuvens

Patos - PB

Polícia POLICIAL

ROTAM prende ladrão de hidrômetros na cidade de Patos

A informação é que pode existir um grupo praticando os crimes.

12/05/2022 às 23h17
Por: Redação
Compartilhe:
Imagem: Divulgação
Imagem: Divulgação

Nos últimos meses, a Companhia de Água e Esgotos da Paraíba, Regional das Espinharas (CAGEPA/Espinharas), estava lidando com problemas relativos ao furto de hidrômetros de residências na cidade de Patos. Os equipamentos têm partes do metal bronze e estavam sendo vendidos em sucatas. 

Na noite desta quinta-feira, dia 12, as guarnições da 3ª Companhia de Policiamento Especializado com Motocicletas (3ª CEPMotos), popularmente conhecida por ROTAM), prenderam um homem suspeito de efetuar o furto de vários hidrômetros no Jardim Guanabara.

Os prejuízos estavam sendo econômicos, mas também de ordem ambiental, pois a cada furto, a quantidade de água desperdiçada era enorme e, por vezes, o reparo demorava a ser realizado ao se dar no período noturno e até sem ser percebido pelos moradores. Muitos só viam o desperdício de água pela manhã após a noite todo o “líquido precioso” sendo derramado.

O gerente da CAGEPA/Espinharas, Jonatas Raulino, agradeceu ao empenho dos policiais da ROTAM e citou o Tenente-Coronel Sousa Neto, Capitão Dilery e o Sargento Gilson pela agilidade na captura do suspeito. Jonatas agradeceu também ao delegado Elcenho Leite pela prestatividade na ação.

Continua depois da publicidade

 

De acordo com relatos, as investigações irão continuar. A informação é que pode existir um grupo praticando os crimes. Outra questão diz respeito aos receptadores dos hidrômetros furtados. Estes receptadores devem ser localizados, pois eles são os responsáveis pelo incentivo ao crime e devem responder pela prática lesiva ao Estado e ao meio ambiente.

Por Polêmica Patos

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias